É possível rentabilidade negativa em aplicações de renda fixa?

A aplicação em renda fixa normalmente ocorre quando visamos muito mais a segurança do nosso dinheiro do que uma significativa valorização do mesmo, isso quer dizer que sua rentabilidade, como o próprio nome diz, será fixa, garantindo, nem que seja um pouco, mas um retorno positivo do dinheiro investido, certo?

Errado! É possível sim, obter uma rentabilidade negativa de aplicações em renda fixa.

Por muitos anos nosso país conviveu com uma taxa de juros (Taxa Selic) alta, passando dos 14%. Isso se tornou algo comum para nós, e como a renda fixa está ligada a essa taxa, subentendemos que sua rentabilidade sempre será positiva.

Porém, se observarmos outros países, como o Japão e os europeus, eles já convivem com uma taxa negativa há alguns anos. Esse é o motivo do porquê o Brasil tem dinheiro do mundo todo aplicado em renda fixa, mas não iremos nos aprofundar nesse assunto.

Desde 2016 o Brasil vem diminuindo cada vez mais a taxa de juros, atingindo mínimas históricas. Na data desta publicação estamos com a taxa em 3%.

Mas porque estamos discorrendo tanto sobre a Taxa Selic?

Vamos entender como ocorre a rentabilidade de uma aplicação em renda fixa e ver a importância dessa taxa no rendimento.

Qual seria o rendimento anual de R$ 1.000.00 aplicado na caderneta de poupança, ainda o “investimento” mais popular do país?

O cálculo é feito da seguinte forma:

70% da SELIC + Taxa Referencial

É utilizado esse cálculo pois a Taxa Selic está abaixo de 8,5%, caso contrário o cálculo seria:

0,5% + Taxa Referencial

Agora iremos ver a rentabilidade nominal dessa aplicação, tendo em vista que hoje a TR está em 0% e que a previsão da Taxa Selic para o próximo ano é de 3,29%.

Taxa Selic = 3%

70% da Taxa Selic = 2,303%

Rendimento Nominal = R$ 1.000,00 x 2,303 % = R$ 1.023,03

O próximo passo é descontar a inflação do período para que encontremos o rendimento real da aplicação. A previsão da inflação para o ano de 2021 é de 3,14%. Logo o rendimento real ficará da seguinte maneira:

70% da Taxa Selic = 2,303%

Inflação = 3,14%

70% da Taxa Selic – Inflação = -0,837%

Rendimento Real =  R$ 991,63

Podemos ver que a quantia de R$ 1.000,00 aplicada durante um ano terá uma perda de R$ 8,37, isso em uma aplicação de renda fixa.

E não é só na caderneta de poupança que pode ocorrer isso. No Tesouro Selic, por exemplo, também podemos ter a rentabilidade negativa dentro desse cenário de Taxa de Selic e inflação, pois mesmo que a rentabilidade seja maior em relação aos 70% da Selic que a poupança paga, o Tesouro Selic é tributado no IR, fator que contribui para que essa rentabilidade seja negativa.

É importante que pontuemos que a aplicação de dinheiro em renda fixa é a mais segura que temos, porém é necessário que nos atentemos ao cenário econômico e verifiquemos se onde estamos investindo realmente nos trará uma rentabilidade positiva.

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá
Podemos ajudá-lo?