PGBL ou VGBL: Diferenças e qual a melhor previdência privada

PGBL e VGBL possuem algumas diferenças e a maior delas é a tributação.
O PGBL é indicado para quem declara o Imposto de Renda pelo formulário completo.
Já no VGBL, o IR incide apenas sobre a rentabilidade e é mais indicado para quem faz a declaração anual pelo formulário simples.
Escolher errado entre PGBL e VGBL pode acarretar em mais impostos.

Como funciona a Previdência Privada
Antes de entender PGBL e VGBL, é preciso compreender como funciona a previdência privada no geral. Ela é dividida em duas fases gerais: a primeira, e mais importante, é de acumulação.
Nessa fase, você ainda estará em um período produtivo de trabalho. Assim, precisa aprender a aplicar uma parcela de sua renda mensal, a fim de usufruir de seus rendimentos no futuro.
A segunda fase, obviamente, é a de benefício, que é quando você para de contribuir e passa a usufruir do seu patrimônio acumulado ao longo dos anos de trabalho.
Nesse momento, você precisa decidir se vai optar por uma renda vitalícia mensal, recebendo mensalidades por um período determinado, ou se prefere sacar o valor total de uma só vez.

O que significa PGBL e VGBL?
Os planos de previdência privada podem ser divididos basicamente em duas categorias:

PGBL – Plano Gerador de Benefício Livre
VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre
Cada uma delas possui características distintas que podem torná-las atraentes para o investidor, dependendo do seu perfil e de suas necessidades.

Quais as diferenças entre PGBL e VGBL?
A principal diferença entre as duas modalidades de previdência privada está na tributação.
Caso escolha um plano PGBL, o investidor pode deduzir seus aportes com limite de até 12% da renda do ano.
Por isso, esse modelo pode ser mais interessante para pessoas que fazem declaração de Imposto de Renda pelo formulário completo.
Já no segundo modelo, o VGBL, a alíquota do imposto de renda é cobrada somente sobre a rentabilidade. Esse é o modelo mais interessante para as pessoas que fazem declaração de IR simplificada.

Qual é o Melhor Plano de Previdência Privada
PGBL e VGBL, ou, Plano Gerador de Benefício Livre e Vida Gerador de Benefício Livre, são termos comuns que geram dúvidas a todo indivíduo que busca planejar o seu futuro.
Investir com objetivo na aposentadoria ou em outra meta de longo prazo requer cuidado. Escolher um fundo inadequado para você pode causar dores de cabeça.

PGBL
É um plano de previdência que permite vantagens fiscais na declaração do Imposto de Renda. Essa é sua principal característica: dedução da contribuição do Imposto de Renda anual.
Assim, ele é ideal para quem é optante da declaração de ajuste anual com formulário completo.
O modelo completo de IR é recomendado para pessoas que têm mais despesas que o normal para deduzir, como gastos com plano de saúde, educação, dependentes e etc.
A conta resumida é: se a soma total das suas deduções passar do limite de R$ 16.754,34 do modelo simplificado, então a melhor opção é fazer a declaração completa.
Mas não se engane, você não será isento de Imposto de Renda. No final do período de acumulação, o imposto será recolhido sobre o montante total acumulado com o passar dos anos. Ou seja, as suas contribuições mais o rendimento.
A vantagem disso é que os seus rendimentos serão também sobre o valor que seria pago ao IR, aumentando sua rentabilidade até o fim do período.
Além disso, o PGBL é recomendado para pessoas que querem contribuir com até 12% de sua renda anual. Não sendo recomendado passar disso em PGBL. Veja uma simulação sobre a economia de Imposto de Renda.

VGBL
Enquanto o PGBL é indicado para quem é optante do modelo completo de declaração do imposto de renda, o VGBL é indicado para quem permanece no modelo simplificado, ou seja, quem possui menos deduções a fazer do IR.
Diferente do PGBL, esse plano possui o recolhimento apenas sobre a rentabilidade do patrimônio, e não sobre o todo. Assim, essa incidência ocorre apenas uma vez, no momento do resgate do VGBL.
Além disso, no VGBL não existem limites sobre a sua contribuição. É possível ultrapassar o valor de 12% da sua renda e ter um benefício proporcional.
PGBL e VGBL
Ainda é possível combinar ambas as previdências privadas, unindo o melhor das duas opções.
Por exemplo, você pode contribuir com 12% da sua renda no PGBL e garantir um bom abatimento anual do Imposto de Renda e 5% ou quanto você quiser no VGBL.
Dessa forma, você garantirá um patrimônio ainda maior com o passar dos anos. E caso você já esteja em um desses planos, é possível fazer a portabilidade de forma simples, mudando a característica dele.

Fonte: https://blog.rico.com.vc/pgbl-vgbl-previdencia-privada

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá
Podemos ajudá-lo?